9 de out de 2008

CONSCIÊNCIA

Na margem do erro
estando por um único trís
é quando se chega as mais sabias conclusões

Pensando na falta do que se dizer
ou lembrando das coisas que diz
é quando se ouvem os melhores sermões

Gritando em solidão
ou estando com quem se quis
é quando se projetam as mais intensas dores

Na estranha linha que tange
as margens da sanidade
é quando descobre-se que a loucura
são as mentiras que nos contaram no
passado, refletidas em um espelho grande
chamado: CONSCIÊNCIA

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. ela quem determina o que pode ser certo do que pode ser possível, e nos possibilita os improváveis pensamentos em sonho se tornar delírios tateáveis.

    ResponderExcluir