23 de mai de 2009

Status?!

Tantas borboletas
Morcegos, pássaros
O que são essas espécies
voadoras?
Eu cai no riso, 
No fundo do poço
Me jogo da janela
Despenco de precípicios,
Regras criadas por min.
O medo está longe
Só existe vontade de viver,
De me lançar no nada!
Ideologias' que não servem
Para nada!
Para que servem as ideologias'?
Somente para dividir grupos,
Para criar vínculos!
Lithium’ por favor!
Me traga mais um pouco disso ai...
Me deixe como eu devo estar
Entorpecido, sóbrio...
Sabe porque as flores murcham?
Porque lhes faltam sentido,
Ânimo.
É chato ouvir a mesma coisa "você é bonito".
Até as flores se cansam
Será que não percebem
Alem da beleza existe
Coisas mais bonitas:
O facínio, a paixão...
Estou olhando a rosa que
Você me deu.
Ela está no vaso com água
Ela precisa de algo mais
Que água!
Ela precisa secar para se libertar
Para que o vento leve suas
Pétalas... Para ser livre, voar...

Nossa que piegas esse lance
De flores! ha! ha! ha!
Muito doce.

2 comentários:

  1. Por isso prefiro os jardins, pra elas não se tornarem convencidas demais. E quando elas murcham, sobram outras para serem roubadas. ;]

    "até as flores sem cansam..."

    ResponderExcluir
  2. Anônimo12:56 PM

    "Prefiro queimar do que apagar aos poucos"

    ResponderExcluir